ATENDIMENTO 0800 0555 195 Serviços, Sugestões, Denúncias ou Informações Ligar Fechar

Investimentos elevam índice de acesso ao serviço de coleta e tratamento de esgoto em Guanambi 

Desde que passou a ser operacionalizado pela Embasa, o índice de atendimento do sistema de esgotamento sanitário (SES) da sede municipal de Guanambi mais que dobrou em dez anos, saindo de 31%, em 2011, para 65% em 2021. Neste período, a Embasa tem investido R$1 milhão anualmente para garantir qualidade na prestação do serviço e em obras de adensamento para implantar mais redes coletoras em áreas da cidade. 

Até o final de 2021 será investido mais R$ 1 milhão na aquisição de novos equipamentos utilizados na manutenção de rede coletora e serviços específicos de limpeza de tubulações do SES de Guanambi. Os investimentos realizados pela Embasa colocam Guanambi acima da média nacional do índice de cobertura em esgotamento sanitário, que é de 43% segundo o projeto de monitoramento das Bacias Hidrográficas “Atlas Esgotos” desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA) com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). 

De acordo com o gerente regional da Embasa, Manuel Mateus, a Embasa continua investindo em Guanambi e o percentual de cobertura tende a crescer “com a implantação de novas redes coletoras, possibilitando que novos bairros e mais imóveis sejam atendidos pelo serviço de tratamento de esgoto”, comenta ao lembrar que os investimentos ocorreram mesmo durante os anos em que a cobrança da tarifa esteve suspensa.   

O Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Guanambi, composto por aproximadamente 300 km de redes coletoras, 12 estações de bombeamento e uma estação de tratamento (ETE) tem capacidade para tratar em torno de 12 mil litros de esgoto por dia e 141 litros por segundo. Atualmente, o sistema trata 5.956 metros cúbicos por dia, o que significa 69 litros por segundo. 

Mais Saúde | Um estudo publicado pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás, em 2019, apontou que a implantação do SES pode ter contribuído para reduzir o número de notificações e internações hospitalares relacionadas aos casos de diarreia aguda em Guanambi. Conforme a pesquisa, em 2006, a Taxa de Mortalidade Infantil (TMI) em Guanambi era 19.8 e, em 2017, com o SES em pleno funcionamento, esse índice caiu para 8.4. A conclusão da pesquisa de mestrado em Ciências Ambientais e Saúde, desenvolvida pelo médico Ruy Fernandes de Azevedo, apontou que a implantação deste serviço impactou positivamente na redução da mortalidade infantil e sinalizou que o investimento em saneamento básico é fator importante para a redução da mortalidade infantil e na melhora desse indicador de saúde das populações. 

voltar
Empresa Baiana de Água e Saneamento S.A.

4ª Avenida, 420, Centro Administrativo da Bahia - CAB, 41745-002, Salvador, Bahia, Brasil

Telefone 0800 0555 195