ATENDIMENTO 0800 0555 195 Serviços, Sugestões, Denúncias ou Informações Ligar Fechar

Embasa investe R$ 200 mil na ampliação do serviço de esgotamento sanitário no Teotônio Vilela, em Ilhéus

A Embasa está realizando obras de extensão da rede coletora de esgotos no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, com investimento consolidado de quase R$ 200 mil. A iniciativa vai beneficiar cerca de 300 famílias com o serviço de coleta, tratamento e destinação final dos esgotos domésticos, além de diminuir o lançamento indevido de esgoto in natura no Rio Cachoeira, que deságua na Baía do Pontal.

Na Rua do Silêncio, a Embasa concluiu o assentamento de 460 metros de rede e melhorou o arruamento, deixando a pavimentação da via em condições melhores do que as existentes antes da intervenção. O cronograma seguirá, nos próximos dias, contemplando as ruas São Jorge, Santo Antônio, José Ribeiro, das Oliveiras e Domingo dos Reis com mais 825 metros de rede.

Durante as visitas técnicas, foi constatada a presença de elevado número de ligações de água que tiveram o fornecimento suspenso antes do início da pandemia. Por isso, a empresa está oferecendo condições especiais de negociação para os clientes em débito, o que permite a regularização dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“Nossos esforços para que os clientes façam a adesão ao sistema de esgotamento e regularizem o consumo de água ressaltam a importância do bairro para a Embasa. Nesse momento de pandemia, todos devem consumir água com responsabilidade, o que também passa pelo destino das águas servidas dos imóveis Para que o serviço seja efetivado e os benefícios da obra percebidos, os usuários precisam interligar suas instalações sanitárias internas ao ramal domiciliar, em até 90 dias, a partir do recebimento de notificação por escrito”, afirmou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

A Embasa também lembra que são proibidas as seguintes práticas: conectar a drenagem interna da água de chuva do imóvel à rede pública coletora de esgoto, assim como abrir as tampas dos poços de visita, em via pública, para escoamento da chuva. Além de proibidas por lei, essas práticas comprometem o funcionamento adequado do sistema de esgotamento sanitário, causando extravasamento em via pública.

voltar
Empresa Baiana de Água e Saneamento S.A.

4ª Avenida, 420, Centro Administrativo da Bahia - CAB, 41745-002, Salvador, Bahia, Brasil

Telefone 0800 0555 195