ATENDIMENTO 0800 0555 195 Serviços, Sugestões, Denúncias ou Informações Ligar Fechar

Embasa inicia cooperação com IICA para projeto de esgotamento no Litoral Norte

Um programa de cooperação técnica para a elaboração de projeto básico de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Camaçari e Dias D´Ávila e a implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Norte, a partir de tecnologias voltadas para o uso eficiente de energia elétrica com aproveitamento de biogás, reúso de efluente tratado e manejo eficiente do lodo resultante do tratamento, foi assinado, ontem (23) à tarde, pelo presidente e diretores da Embasa e por representantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e do consórcio TPF/Incibra/Inncive, responsável pela elaboração do projeto.
 
 Segundo o diretor técnico e de planejamento, César Ramos, a cooperação técnica internacional para atender a demanda de ampliação da cobertura de esgotamento sanitário, no Litoral Norte, e de substituição da atual disposição oceânica de efluente (via emissário da Cetrel) pelo tratamento terciário de esgoto doméstico, para fins de reúso nos mananciais que atendem Salvador e municípios da RMS, é uma boa oportunidade de adquirir conhecimentos técnicos voltados para inovação e sustentabilidade em futuros projetos empreendidos pela Embasa.
 
“Poderíamos ter licitado a elaboração do projeto básico e assinar um contrato de prestação de serviço, mas optamos pela cooperação técnica internacional, porque buscamos inovar em nossas práticas e, para isso, precisamos aprender o que tem sido feito nesse sentido no mercado”, explica César.
 
O consórcio que ganhou a concorrência realizada pelo IICA, com o suporte da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores, tem larga experiência em soluções técnicas voltadas para a construção de sistemas de esgotamento sanitário robustos, flexíveis, fáceis de integrar à infraestrutura já existente, de baixo consumo energético, com o máximo de recuperação possível e de baixo custo para sua operação. As empresas que integram o consórcio já elaboraram projetos para cidades com mais de um milhão de habitantes, na Arabia Saudita, nos Estados Unidos e em cidades do Brasil nos estados de São Paulo, Pernambuco e Piauí.
 
 Projeto
 
O projeto básico custa R$ 7.047.815,57, será entregue no dia 23 de janeiro de 2020 e seu escopo inclui a ampliação do sistema de coleta e de ligações e a adaptação do sistema de transporte de esgoto, em Camaçari e Dias D´Ávila; a implantação de uma ETE central para remoção de nutrientes, com uma planta para aproveitamento energético do biogás gerado no tratamento de esgoto, e a instalação de unidade de tratamento de lodo. Toda a estrutura será projetada para atender a região nos próximos 30 anos.
 
A ETE será projetada para atender a região nos próximos 30 anos, dando destinação final e sustentável aos efluentes nas fases líquida, sólida e gasosa. O efluente líquido será direcionado aos rios que contribuem para as barragens Joanes I, II e Santa Helena, o efluente gasoso (biogás) será destinado a uma estação para gerar 70% da energia elétrica consumida pela ETE e o efluente sólido (lodo) será tratado com vistas ao seu reaproveitamento.
 
A área de abrangência do projeto são as sedes municipais de Camaçari e Dias d’Ávila e os distritos Parque das Mangabas, Parafuso, Nova Dias D’Ávila, Emboacica, Futurama, Leandrinho e suas respectivas zonas de expansão.
voltar
Compartilhe
nas redes sociais
Empresa Baiana de Água e Saneamento S.A.

4ª Avenida, 420, Centro Administrativo da Bahia - CAB, 41745-002, Salvador, Bahia, Brasil

Telefone 0800 0555 195